Modelo importado da Inglaterra em 1854
Malaposta

Em 1859, a ligação entre Lisboa e Porto através das carreiras da Malaposta fazia-se em 34 horas e passava por 23 estações de muda. Apesar do bom serviço que as diligências prestavam nessa altura, a sua extinção foi irreversível com o aparecimento do comboio, embora se mantivessem em actividade durante mais algum tempo, como atestam os «manuais do viajante» da época.

19 maio 2006

António Variações

"Entre Braga e Nova Iorque" conta
A História de António Variações

25 anos passados depois da sua estreia em televisão, numa tarde de Fevereiro de 1981, em directo no programa de televisão "Passeio dos Alegres", conta-se finalmente em CD toda a história daquele que foi um dos mais marcantes artistas de toda a história da música popular portuguesa, ou seja, António Variações. Depois do enorme sucesso do álbum "Humanos", no ano passado, 2006 começa com a edição de um CD duplo que é um misto da banda-sonora de um filme que nunca chegou a estrear e de álbum conceptual como nunca foi feito em Portugal, juntando os álbuns editados, as maquetas entretanto descobertas e ainda vários temas inéditos. Em breve segue-se o livro e pouco depois o filme. "Entre Braga e Nova Iorque" é a derradeira, justa e necessária homenagem que faltava a este "folclorista puxado para o rock" que "gostava de ficar na história de uma parede de casa de banho". E só havia uma forma de o fazer: contando, por sons, quem foi António Variações, oferecendo, a espaços, um contacto directo com o seu processo criativo.
Do alinhamento do CD 1 fazem parte 23 temas, entre os quais se destacam "Toma O Comprimido", "Estou Além", "O Corpo É Que Paga" ou "É P'ra Amanhã...", enquanto no CD 2, composto pelo mesmo número de canções, se encontram temas como "Canção de Engate", "Dar E Receber", "Quem Feio Ama...", "Muda de Vida" e "Maria Albertina", entre outras.
EMI Music Portugal.
Biografias: Canto da Terra e Wikipédia.

Etiquetas:

Home»»Hi!

2 Comments:

At 19 maio, 2006 15:25, Blogger magnolia said...

a.castro,
Gosto do António Variações. Os bons morrem cedo...
Homem excêntrico, de simplicidade genuína e extrovertida,soube viver uma vida sem preconceitos, numa época onde nem tudo ainda era permitido. Ainda bem que não foi esquecido e que há quem queira preservar a sua memória.(apesar de achar que estas promoções não se fazem sem objectivos mercantis). Deixo-te aqui um link do Entre Braga a Nova Iorque que
tenho no meu blog.
Beijos

 
At 31 maio, 2006 18:15, Blogger marlene said...

Olá.. só para dizer que não conheci António Variações, pq ele faleceu, qd eu nasci, mas sou de uma terra vizinha dele, e por sinal, ainda seriamos famíia...

Foi posto em Fiscal, uma estatua em sua homenagem, em que retrata a irreverencia dele!!1

 

Enviar um comentário

<< Home

since 05.12.2005

  • [_Top of Page_]
  • Malaposta

    Subscribe to: Posts (Atom)

    Referer.Org: Referer.Org.Feeds Free counters!